A Voz do Bom Pastor

"As minhas ovelhas ouvem a minha voz;
eu as conheço, e elas me seguem", João 10:27


Estava Jesus declarando entre judeus a missão que havia recebido do Pai : morrer e ressuscitar em resgate das Suas ovelhas (vv.16-18). Uns, como místicos, achavam que Ele estava fora de si por influência demoníaca e não deveria ser ouvido; outros, como filósofos, não encontraram lógica no fato de um "endemoninhado" produzir um bem tão grande como confortar as minorias por palavras de sabedoria e abrir seus olhos para o entendimento espiritual (9:15, 17 e 33) da Sua mensagem (vv.19-21). Para resolver o problema, pediram a Jesus que fosse mais claro ao afirmar Sua identidade (v.24). A resposta foi inexorável, franca, direta : "Vós não credes, porque não sois das minhas ovelhas" (v.25). Não bastando as obras realizadas que evidenciavam Sua identidade messiânica (9:1-34) e a afirmação pessoal de que era o Filho de Deus (9:35-41), insistiam em descrer por meio de discussões quanto a tradição (9:16), honestidade de quem foi abençoado (9:18), partidarismo (9:22), falsidade (9:24) e arrogância espiritual (9:33-34). Isto era inevitável, visto que ao dizer "Vós não credes porque não sois das minhas ovelhas", estava afirmando que a fé não é produto de pesquisas bibliográficas ou tradições religiosas, e sim, uma dádiva salvadora proveniente de Deus.

Jesus sempre foi claro quanto a revelação de quem era e o Pai em Sua mensagem e obras, de modo que os que não vêem (espiritualmente) vejam, e os que vêem (fisicamente) se tornem cegos (espiritualmente), conforme 9:39-40. Apesar de ter sido questionado (v.24), Ele mesmo disse : "Eu tenho falado francamente ao mundo; ensinei continuamente tanto nas sinagogas como no templo, onde todos os judeus se reúnem, e nada disse em oculto" (Jo. 18:20).

Os judeus pensaram que Jesus poderia ser desmoralizado como profeta (9:17) pela consistência dos Seus resultados neles, pois não estavam ainda convencidos de que Ele era o Cristo. Mas as obras que Jesus fazia em nome do Pai, as quais testificavam dEle (10:25) não eram manifestas neles, e sim, nas Suas ovelhas. Estas recebem vida (vv. 10 e 28a); a salvação eternamente garantida (v.28b-29). Por isto Ele as reconhece entre as multidões e são identificadas com base naquilo que o Pai já começou a fazer a favor delas (Jo. 6:37). O resultado desta obra é a firme convicção e determinada obediência aos ensinamentos de Jesus. Elas O seguem, são tornadas discípulos verdadeiros, destemidos crentes na Verdade que os libertou da cegueira espiritual, da arrogante sabedoria humana, das tradições vazias, da vergonha de se identificar com Cristo entre os ambientes mais hostis do ponto de vista da adequação social, e de obras mortas incapazes de justificar-se do pecado ou de fazer manutenção de sua salvação.

Os seguidores de Jesus, são aqueles que ouvem a Sua voz e creem; e O seguem, por isto, não perdem seu tempo com discussões sobre aquilo que a Escritura determina absolutamente como verdade : Jesus, o Cristo, é o Filho de Deus !

Com amor,


Ericson Martins
contato@brmail.info

___________________________
Deixe seu recado clicando em "Comentários" abaixo.


2 comentários:

  1. I'm appreciate your writing style.Please keep on working hard.^^

    ResponderExcluir
  2. Como é confortante ouvir a voz do Pastor,ela nos da rumo, tira os ruidos do caminho e nos sinaliza com a luz no final, o aprisco seguro,confortante. E creio que neste aprisco ouviremos + a voz, toda hr, td instante, deste maravilhoso Pastor, misturado com o coro Celestial em sua honra. Não é Ericson???

    ResponderExcluir

Vídeos

Loading...