Ações de Graças



"Oferecer-te-ei sacrifícios de ações de graça, e invocarei o nome do Senhor. Cumprirei os meus votos ao Senhor na presença de todo o seu povo" Salmo 116:17-18


          Na cultura ocidental existe uma tendência veemente em focalizar prioritariamente os aspectos negativos das experiências pessoais e circunstâncias impessoais. Por exemplo, se alguém fala do governo normalmente se destaca as "lucunas não preenchidas" vistas como falhas e quase sempre não é lembrado as coisas boas dele. Se fala do tempo, quase sempre é reclamando do sol forte ou de chuvas que impedem o lazer. No ambiente eclesiástico a liderança é quem sofre mais pois raramente se pratica o elogio, o reconhecimento sobre o esforço sincero e as iniciativas por boas motivações. No fundo existe um falso conceito que diz o seguinte : se elogiar estará bajulando ou incentivando a altivez, por fim não se elogia nunca e a disposição para destacar falhas e criticar é a mais comum alternativa. 
          Ações de graças (gratidão) envolve reconhecimento sobre o bem do outro e especialmente a misericórdia de Deus manifestada gratuitamente em nosso favor. Agradecer é um princípio bíblico excelente. Quem deixa de agradecer (a Deus ou a alguém) experimenta o terrível sentimento de que tudo o que tem é fruto de si mesmo. Quando agradecemos reconhecemos que não podemos fazer nada sozinhos, em relação a Deus dizemos que sem Ele nada do que temos foi possível sem Ele.


Ericson Martins


.

2 comentários:

  1. Parabéns pelas suas reflexões, agradeço a Deus por existir pessoas como vc, compromissadas com Sua Palavra. O blog está ficando muito bonito e interessante.
    Deus abençõe !

    Cristiane Guidi

    ResponderExcluir
  2. Obrigado minha irmã por suas palavras de incentivo. Abraços,

    ResponderExcluir

Vídeos

Loading...