Cuidado familiar na educação cristã



“E vós, pais, não provoqueis vossos filhos à ira,
mas criai-os na disciplina e na admoestação do Senhor” Efésios 6:4

Atualmente, em nossa sociedade pós-moderna, oportunidades de crescimento pessoal em meio à alta competitividade do mercado de trabalho tornaram-se possibilidades tão reais que mesmo jovens estão ascendendo na esfera acadêmica e profissional como nunca. Entretanto, mesmo com a imensa capacidade de debaterem assuntos complexos e enfrentarem os grandes desafios pessoais nos estudos e nas profissões tão cedo, percebe-se que seu amadurecimento espiritual é lento. Podemos compreender melhor tal situação a partir da realidade familiar, pois é nela que o jovem aprende desde a sua infância os princípios que norteiam sua relação individual com Deus. 

A educação familiar, muito mais que a igreja ou a Escola, é a fonte responsável pela formação de homens e mulheres tementes a Deus. Quando os pais negligenciam a educação espiritual dos filhos, estes sofrerem consequências quanto ao amadurecimento pessoal e crescente na vida cristã. No intuito de dar o melhor ambiente familiar aos seus filhos, muitos acabam mimando-os mesmo quando grandes, concedem liberdade sem claros limites, cedem às pressões das suas ansiedades, relevam afrontamentos à autoridade que possuem e evitam confrontação dos desvios morais para um cristão.

O apóstolo Paulo usou a palavra ektrepho (“criar”) que poderia ser traduzida por “nutrir”. Crianças crescem fisicamente com saúde quando nutridas adequadamente, da mesma forma, crescem espiritualmente quando os pais assumem o dever de nutri-las com disciplina e admoestação bíblica. Duas palavras gregas sustentam este ensino: (1) paideia que traduz “disciplina”. Esta palavra era usada na formação de soldados por meio de normas, recompensas e até punições. Os filhos devem conhecer a disciplina e serem formados nela com persistência e firmeza dos pais. (2) A outra palavra é nouthesia que traduz “admoestação”. Esta palavra significa “exortação”, “instrução”, “advertência”. A disciplina é o que os pais fazem com os filhos, a admoestação é o que dizem a eles. Ambas as atividades se unem pela preposição “do” para indicar uma única fonte: o Senhor. A Sua vontade revelada pela Palavra é o fundamento da educação cristã, este é o alimento essencial para o crescimento saudável dos filhos. Se, como pais cristãos, desejam cuidar das suas famílias, recorram ao estudo da Palavra de Deus em família e a aplicam com perseverança na educação cristã dos filhos.


Com amor,
Ericson Martins
contato@brmail.info

Deixe seu comentário clicando sobre o link "Comentários" acima deste post.


0 comentários:

Vídeos

Loading...