Lembrem-se...


Queridos irmãos na fé, é em dias como estes que grande parte das pessoas fazem questão de assistir e ler retrospectivas históricas que mais marcaram o país. Muitos preferem a introspectiva, mirando a própria vida em busca de algo que lhes dê noção de que nem tudo foi ruim em 2010, e assim, passar o ano com alguma satisfação. Mas é em dia como este, próximo do seguinte, que temos a constante oportunidade de meditar sobre nossa realidade sempre atual (sem passado) de pecaminosidade. As boas obras em 2010 em nada amortizaram os efeitos deste estado de queda. Apenas representaram o anseio sincero em nós de sermos boas pessoas. Mas ainda continuamos lutando contra o que realmente inibi o bem.

Se 2011 é encarado com esperança, certamente a melhor expectativa que podemos cultivar e de sermos ainda mais curados deste estado, buscando a semelhança com o Filho de Deus em todas as nossas relações, pois ele morreu e ressuscitou para que aqueles que nele crerem, tenham a vida.

No estado de queda a vida encontra-se desagregada de significados além dos ocasionais. Somente as convicções acerca da obra redentiva de Jesus e compromisso com seus ensinamentos podem garantir que nossos empreendimentos de amor sejam recompensados no futuro; além disto, tudo é vaidade, esforços aleatórios, rumo sem fim, felicidades temporais em fim de ano.

A experiência de Salomão, nas náuseas da sua solitude e diante das tantas supostas garantias de felicidade ofertadas por este mundo, concluiu que um coração vazio só pode ser preenchido de significados concretos e embalado pela verdadeira esperança, pelo temor a Deus e obediência às suas orientações (Ec. 12:13) porque ele "há de trazer a juízo todas as obras, até as que estão escondidas, quer sejam boas, quer sejam más" (v.14).

Portanto, em dia como este, preparando-se para passar de um ano ao outro, lembrem-se do plano de Deus revelado em Jesus, lembrem-se de seu estado diante dele, lembrem-se das orientações das Escrituras para cada um de nós e que devem ser cumpridas mesmo quando não prometidas, lembrem-se que a existência humana só tem sentido na paz com Deus, independente de bens materiais, dinheiro ou conquistas profissionais. Mesmo sendo estes importantes e necessários de serem buscados, nenhum garante felicidade maior que ser encontrado por Deus em Cristo, com humildade e sincera devoção.

Desejando um feliz 2011 carinhosamente,

Ericson, Andréa, Joshua e Eric
contato@brmail.info



0 comentários:

Vídeos

Loading...