Tende Bom Ânimo


"Estas coisas vos tenho dito para que tenhais paz em mim. No mundo, passais por aflições; mas tende bom ânimo; eu venci o mundo" Jo. 16:33

          O sofrimento é a experiência que todos já viveram ou viverão se é que não estão vivendo. Jesus advertiu : "No mundo, passais por aflições ...". A questão não é se passaremos, e sim, como devemos passar por elas : "... mas tende bom ânimo; eu venci o mundo". A maioria, em momentos de aflições já se perguntou "por que, como cristãos, sofremos ?". A ausência de uma resposta clara a estas situações aversivas, às quais somos submetidos durante a vida, possibilitam desânimo (falta de vigor para resistir os efeitos negativos da aflição). Jesus quis prevenir os discípulos quanto a situações de intensas repressões externas que se levantariam contra eles e como deveriam agir.

          No sistema de valores governado pelas forças propulsoras do pecado, neste "mundo" onde a lei é submetida pelos devaneios absurdos da parcialidade, onde a competição por evidência sinonimiza ganância no mérito da insegurança, ... sofrer é necessário à luz das Escrituras. É necessário que colunas erigidas para sustentar a distância da verdadeira espiritualidade ensinada pelo exemplo de Jesus, começam a cair e a sensação é que "a casa está caindo" mesmo em alguns momentos da nossa história. Por muitos motivos sofremos como cristãos. 

          Há pessoas que fazem votos a Deus para que Ele cumpra Suas promessas e se passar da data determinada, olham para Ele com desconfiança e se tornam pretensiosos; outros, não conseguem cumprir seus próprios votos e se sentem perseguidos por Deus por causa da "inadimplência", como se a relação do Senhor fosse pelos padrões da vigilância e chantagem, ignorando completamente que o sacrifício de Jesus na cruz pagou tudo, sem deixar dívidas para trás, inclusive seus votos não cumpridos. Em suma, são a causa das calamidades, sofrem por tentar conformar Deus aos padrões de relacionamentos pecaminosos dos homens, sem qualquer compreensão da graça. Mas outros sofrem por confessar, não com seus lábios em cerimônia religiosa, mas com testemunho público e privado sua fé em Deus. São perseguidos por causa da justiça. Sofrem calamidades, perdas altamente significantes, retaliações discretas, abandonos de pessoas que amam, são empurrados às dívidas e assim sentem-se vitimas reais de um processo aparentemente descontrolado por não estarem dispostos negá-la.  

          O texto desta reflexão destaca a centralidade de Jesus no meio das provações. Ele dá paz aos que sofrem por causa da justiça. Não podemos desassociar o verso 33 do verso 32. Ele seria preso, condenado injustamente e crucificado, logo seria abandonado pelos seus discípulos, mas não pelo Pai. Essa união o fortaleceria no mais profundo sofrimento. Quando estamos sob profundas tensões facilmente perdemos a segurança para decisões persistentes e não conseguimos enxergar o caminho que se deve seguir. Esta paz ou confiança de que Deus soberanamente tornará o "mal" em bem permanente é a bússola que aponta a direção segura e estável reservada para aqueles que confiam em Deus pela reconciliação de Cristo. Esta paz é o princípio da perseverança. É a firme convicção de que Deus está presente para garantir o bem que ao mundo exterior da experiência humana é mal, mas que no fim seremos postos sobre as provações gloriosamente (2Cor. 4:16-17). Jesus disse : "... tende bom ânimo; eu venci o mundo". Os discípulos eram testemunhas de que Jesus sofrera inúmeras pressões em diversos graus (tentações - Hb. 4:15 e perseguições - Jo. 15:20), porém, resistiu firme até a cruz e cumpriu Sua missão.

          Se estiver sofrendo como cristão, confie em Deus a ponto de resistir às tentações da precipitação. Espere, não haja com "cabeça quente", pois logo tudo ficará claro o suficiente para tomar a decisão certa. As aflições são transitórias (2Cor. 4:17), mesmo que no meio delas seja difícil de acreditar. No fim, olha-se para trás e tudo faz sentido, então, aguarde em confiança, persevere. Que a paz de Quem dela nos deu para perseverar seja ativa em seu coração !

          Com meu amor,


Ericson Martins
contato@projetoperu.com

_____________________________
Deixe seu recado clicando em "Comentários"



4 comentários:

  1. Muito bom seu ideal.Continue assim.
    Grato pelo e-mail. Deus nos abençoe nesta missão de levar a Palavra da salvação a todos aqueles/as que aceitarem.

    Pr. Novelletto

    ResponderExcluir
  2. Obrigado


    Josevan Marcelino da Silva

    ResponderExcluir
  3. Obrigado por escrever desta reflexão.

    Missionário Ripari

    ResponderExcluir
  4. Ola!

    Navegando daqui para ali, achei seu blog. Vou segui-lo. Estou divulgando o meu blog, o Genizah. Quando tiver um tempinho, faça uma visita!

    A Paz do Senhor!

    Danilo

    http://genizah-virtual.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Vídeos

Loading...