A Imerecível Graça Restauradora de um Deus Irado com o Pecado do Homem


          Vamos refletir devocionalmente sobre a experiência de Caim, um dos primeiros filhos de Adão e Eva. Gênesis 4:1-16 fala que Caim após ter oferecido no altar ofertas rejeitadas por Deus e ter visto que a do seu irmão Abel foi aceita pela forma correta que se apresentou ao Senhor, o matou por se sentir desprezado.

          Inicialmente a história de Caim mostra claramente os sinais de quem vive na prática do pecado. Tudo começou com o espírito de competição, ele queria ser o melhor (ficar por cima), ser tratado de maneira especial, ter privilégios. É interessante que Caim antes de tudo perdeu a paz que tinha. A Bíblia diz : “Irou-se, pois, sobremaneira Caim, e descaiu-lhe o semblante” (v.5). Era visível que sua afeição diante de Abel e de Deus não era mais a mesma. Agora Caim estava triste, deprimido, irado. É isto que o pecado faz, tira o humor das pessoas. Mas Caim continuou, não quis ainda assim ficar por baixo e matou seu irmão. Quem vive na prática do pecado, as palavras mais comuns em seus lábios são : “estou cercado de juízes e fariseus”, na tentativa de matar o respeito daqueles que mais poderiam ajudá-lo a entender melhor como buscar a Deus, assim como Abel entendeu. Mas continuou, não quis confessar seus pecados. Mentiu a Deus dizendo que não sabia de seu irmão e ainda se justificou. Mas a Deus ninguém engana. Caim quis causar a impressão que com ele estava tudo bem. Mas não estava.

          Deus é Deus de amor e misericórdia, mas nunca podemos esquecer que Ele é um Deus que se ira com o pecado e faz juízo dele. Seja com quem quer que seja Deus permite que as conseqüências do pecado apareçam para confrontar sentimentos impuros do coração. Caim foi amaldiçoado por Deus. O interessante nisto tudo é que ainda assim, irado com o pecado do homem, Deus dá livramento. No v.15 Deus prometeu livrar Caim da morte. No episódio de Caim, Deus mostrou que mesmo tendo pecado, Caim seria livrado da real condenação do pecado. Jesus levaria todos os pecados de todos os tempos à cruz pelo Seu sacrifício, de forma que todos, por Jesus, estariam livres da morte eterna, a pior morte.

          Caim foi restaurado quando confrontado por Deus. Isto acontece porque Ele nos ama. Quando vejo a descendência de Caim e percebo que da sua descendência veio os instrumentos de música que mais tarde foram usados para o verdadeiro louvor e adoração a Deus (v.21), vejo que Deus se importa em restaurar aqueles que vivem na prática do pecado para a prática da verdadeira adoração e comunhão com a santidade.



Ericson Martins
contato@projetoperu.com


.


0 comentários:

Vídeos

Loading...